Ed. Infantil e Ens. Fundamental

Rua Marília, 835 - Jd. Santa Rosa - Tel: 19 3544 9555

Ens. Médio e Pré-vestibular

Rua Júlio Mesquita, 905 - Centro - Tel: 19 3542 5955

arquivo.png

Tarefas a mais?

É preciso muito para aprender? Como medir esforços? Como não parar antes da hora? Essas são algumas perguntas que podem surgir, quando um estudante parece resolver as tarefas com muita facilidade, o que pode nos levar a imaginar que não houve, de fato, um aprendizado. Realmente, essa medição nem sempre é tão clara. Porém, diante de um aluno que faz tudo muito rápido e de forma correta, talvez se possa pensar em um número um pouco maior de tarefas e também em tarefas com um nível maior de complexidade, para que os potenciais desse estudante sejam mais desenvolvidos. E isso não é apenas uma questão de potenciais, pois existem aqueles que precisam de tarefas mais complexas para gostar de estudar, caso contrário, ficam até entediados e mal-humorados.


Nesse caso, uma conversa com os professores pode ajudar bastante, porque eles, certamente, conseguem apontar com mais segurança as características intelectuais de cada aluno. Assim, podem avaliar se determinado aluno precisa ser mais desafiado pelas tarefas e, eventualmente, podem propor um plano de estudos específicos, com alguns exercícios a mais. Deve-se, porém, tomar sempre um cuidado especial para não sobrecarregar nossos estudantes, em qualquer nível que estejam. Pausas, descansos e o “não fazer absolutamente nada” certamente fazem parte de qualquer rotina de estudo de sucesso.