Ed. Infantil e Ens. Fundamental

Rua Marília, 835 - Jd. Santa Rosa - Tel: 19 3544 9555

Ens. Médio e Pré-vestibular

Rua Júlio Mesquita, 905 - Centro - Tel: 19 3542 5955

arquivo.png

Adriel Gonçalves Maia

Aldrey Longo da Silva

Alicia Gueraldine Michetti

Amanda Marques Ramalho

Ana Carolina Gosmin

Ana Flávia Binotto Degaspari

Bárbara de Mesquita Pitelli

Bianca São Pedro dos Santos

Bruna Malvestiti Vieira dos Santos

Bruno Barreta

Carolina Viganó Menezes

Cauê Carracedo Batista

Daniele Galetti Figueiredo

Elvio José Sêneda Filho

Eros Moreira Pompilio

Fabricio Shigeno Santana Lindo

Felippe Zanchetta

Gabriel Agnelli de Almeida

Gabriel Franco Lourenço

Gabriel Quintiliano Rosa Pereira

Gabriel Tuchaps Khater

Gabriela Hildebrand Pissinatti

Gabriella Cristina Oliveira

Henrique Luizon Viganó

Henrique Pinto Paiva

Henrique Rodini Victorino

Isabela Martins Fanchioni

João Vitor Malvezzi Fadel

José Lucas Martins Franco

José Vitor Lagazzi

Julia Beatriz Schneider Denzin

Julia Neto da Silva

Juliana Forkert de Moraes Leme

Julio César Massoni Frigeri

Kauana Naiara Alves Porto

Lais Carolina Fernandes

Leonardo Henrique Candido Parolin

Letícia Sayuri Futamata

Lohanny Meira Marucci

Lucas Gabriel Gregorio

Lucas Storolli Pedron

Lucas Victorelli Caravita

Lucca Kauffmann Morandini

Luís Augusto Meneghetti

Luiza Carminatti

Maria Eduarda Rocha

Maria Eugênia de Figueiredo

Maria Luiza Curtulo

Matheus Ignácio

Matheus Maciel Metzker

Maycon Felipe Branco de Miranda

Mayra Daniele Trevisan Bernardo

Natália Rodini Victorino

Otávio Augusto Dias da Silva

Pedro Cabrini Marangoni

Pedro Henrique Grossklauss Gonçalves

Pedro Rodini Victorino

Rafael Nunes da Silva

Rafaela Botoso Piculi

Rafaela Neves da Silva

Ramon Rivera

Rodrigo de Oliveira Curriel

Rodrigo Perches

Thainá Custódio Rodrigues

Thaina Pinto da Fonseca

Thais Savio Abdalla de Souza

Vivian Miyuki Ferreira Ito

Yannick Païssé

Yeda Fadel Blascke

2016. Foi o ano em que nos formamos e encerramos um ciclo de enorme importância e intensidade. Quando, ao final do ano, nos despedimos das pessoas com quem passávamos a maior parte dos nossos dias. No entanto, a nossa história como turma não se resume a esse ano. Muitos de nós estávamos juntos durante a maior parte da trajetória escolar. Outros foram entrando com o passar dos anos. E, como em uma grande família, cada novo membro ia encontrando o seu espaço e fazendo parte de maneira única dessa turma tão especial.

O Anglo foi cenário de muitas coisas lindas que vivemos, para alguns desde a infância. Me lembro com muito carinho das noites do pijama, das tardes no parquinho, das brincadeiras nos intervalos ou das tardes livres nas quais combinávamos de ir um na casa do outro para passar o tempo.

Sempre fomos muito unidos, apesar de, como em qualquer grupo, cada um desenvolver uma afinidade maior com uns e outros. Compartilhamos alegrias, dividimos angústias e choramos perdas e tristezas. Vivemos muitos momentos especiais juntos, desde o cotidiano em sala de aula, até as viagens e excursões que renderam memórias inesquecíveis.

Como turma, sempre sonhamos alto e, acima de tudo, fizemos acontecer. Planejamos grandes coisas e colocamos a mão na massa para que tudo se tornasse real. No último ano na escola, com os estudos, conciliávamos a produção das fantasias dos trotes, a arrecadação de dinheiro para a formatura, o planejamento do baile de formandos, os ensaios e provas da gincana… E ainda arrumávamos um tempinho para nos encontrar e descontrair aos finais de semana.

Aprendemos muito juntos. Não só o conteúdo escolar previsto nas apostilas, mas verdadeiras lições de vida. A conviver com o próximo, respeitar as diferenças e o tempo de cada um, conviver com as mudanças de humor dos colegas nos períodos de estresse com provas, com todos os hormônios da adolescência à flor da pele. 

Demos um pouco de trabalho para os funcionários do colégio, eles dizem. Ao voltar para visitar a escola, depois de formado, sempre ouvia dos inspetores ou das secretárias que eles sentiam falta do movimento que causávamos no dia a dia. Com certeza nos divertíamos muito e conseguíamos deixar o ambiente escolar, focado no aprendizado e nos resultados dos exames vestibulares, muito mais leve e agradável.

Se eu pudesse definir a nossa turma em uma palavra, com certeza seria intensidade. Fomos muito intensos, em tudo o que fizemos e em todos os laços que criamos. Todos nós podemos ter certeza que fizemos coisas que jamais serão esquecidas, e das quais jamais esqueceremos.

Hoje cada um seguiu o seu caminho, alguns perderam o contato entre si, outros permanecem grandes amigos. Mas, com certeza, todos levam consigo as memórias do período que passamos juntos com muito carinho. Como foi dito em nosso discurso de formatura, uma semente foi plantada em cada um de nós e crescemos juntos, como uma floresta, na qual cada árvore é diferente e desempenha seu papel.

A semente que soltamos ao mundo em balões, no final da sessão solene, em dezembro de 2016, hoje deve estar crescendo em algum lugar pelo mundo, assim como nós. Estamos amadurecendo, perseguindo nossos sonhos, desenvolvendo nossos próprios projetos. As nossas famílias, entretanto, em sua maioria permanecem em Araras, e sempre que estamos aqui marcamos encontros com os amigos, relembramos o que vivemos e construimos novas histórias juntos. Essa turma do colégio, portanto, não é algo que teve um fim em 2016, é uma parte de nós que levaremos por toda a vida.

 

José Vitor Lagazzi,  20 anos. Cursa Direito na Fundação Getúlio Vargas, em São Paulo.